Home |  Quem somos |  Calendário |  Esta semana |  Anuncie |  Fale conosco Quarta-Feira, 23 de Julho de 2014
 
 
MAIRIPORÃ - SP

Mairiporã Fica a 38 km de São Paulo pela Rodovia Fernão Dias, que liga a capital paulista à mineira Belo Horizonte, e quase poderia ser considerada uma extensão da Grande São Paulo, não fosse estar separada da capital pela Serra da Cantareira.
Com mais de 80% de sua área transformada em Área de Proteção de Manancias, Mairiporã tem importância fundamental no abastecimento de água da Grande São Paulo. É nela que fica o mais importante reservatório do Sistema Cantareira, a Represa Paiva Castro, que é responsável pelo fornecimento de grande parte da água consumida na capital.
A Área de Proteção de Mananciais foi criada para proteger as nascentes e os rios que alimentam o reservatório, e abrange a Serra da Cantareira e a Região do Vale do Rio Juquerí, o principal rio na formação da represa. É nesta duas regiões que se encontram as muitas opções de aventura. São várias trilhas e caminhos para se percorrer em um veículo 4x4, uma moto, mountaibike, a cavalo ou mesmo em um trekking. A extensa represa é um belo palco a ser percorrido em um caiaque ou canoa, ou velejandoem um pequeno veleiro ou uma prancha de windsurf. Outra atração é uma enorme pedreira desativada com extensos paredões verticais de rocha, onde existe uma grande quantidade de vias de escalada e rapel.

Como se vê, tem aventura para todos os gostos. Veja em ”Atrações” mais detalhes sobre elas.


Aproveitando a Viagem

Além de Mairiporã, outras cidades da região como Atibaia, Joanópolis, Nazaré Paulista e Piracaia, oferecem opções para os aventureiros. As cidades em negrito já possuem informações no site, é só acessa-las através da Busca Direta. Em breve estaremos trazendo também informações sobre as demais cidades.

Notícias Relacionadas à Cidade
Não existem notícias para essa cidade

   
Modalidades
4x4
Escalada
Moto
Mountainbike
Rapel
Trekking

Serra da Cantareira – Pedreira do Dib

A Serra da Cantareira é uma grande porção de Mata Atlântica distribuída entre a região sul de Mairiporã e a Zona Norte da cidade de São Paulo, permitindo acesso tanto por Mairiporã, como diretamente da Capital. Por abrigar uma grande quantidade de nascentes e córregos, característica que deu origem ao nome Cantareira (de cântaro que significa jarro ou vaso grande para guardar líquidos), a Serra foi transformada em Área de Proteção de Mananciais. Esta porção acidentada de mata atlântica, pela sua proximidade com São Paulo, se transformou num reduto de aventureiros que percorrem suas trilhas em veículos 4x4, de moto, mountaibike e também a pé, em trekkings pela serra. São muitas trilhas e caminhos, entre elas:
A Trilha do Pinheirinho, uma trilha que se inicia próximo ao Bar do Pedrão e combina obstáculos naturais, erosões e trechos de maior velocidade.
A Trilha da Pedra Rachada, com fortes descidas nas duas faces de um morro, ideal para treino de downhill, com um tobogã no final, que leva ao Bar Trilha das Torres;
A Trilha da Aranha com erosões, atoleiros, e barrancos criando dificuldades que desafiam a habilidade e a técnica dos pilotos.
A Trilha dos Macacos, uma trilha de trekking ou mountaibike, com 7 km (ida e volta), que se inicia próximo ao Portal de Mairiporã e leva até uma queda de água.
Os principais pontos de partida para as trilhas da Serra da Cantareira são o Bar do Pedrão e o Bar Trilha das Torres, o primeiro na Estrada da Roseira km 6, e o segundo com acesso pela mesma estrada, os dois com acesso tanto de Mairiporã ( pela SP23, Mairiporã-Franco da Rocha), como diretamente de São Paulo (pela Av. Nova Cantareira, na zona norte).

Já os adeptos da escalada e do rapel vão encontrar na Pedreira do Dib um belo e impressionante local para a sua prática. Trata-se de um imenso caldeirão de mais de 100 m de diâmetro, escavado por uma antiga pedreira, hoje desativada, formado por paredões de rocha com alturas que variam de 30 (a parede mais próxima do estacionamento, que fica à direita de quem entra na parte baixa da pedreira para chegar ao início das vias) a 90 m (o grande paredão que se avista desde a chegada ao estacionamento). Lá existem mais de 50 vias de escalada, a maioria com proteções fixas e com os mais variados graus de dificuldade, tanto para iniciantes como para os mais avançados, além de vários pontos onde se pode descer em rapel. O acesso a ela se dá pela Rod. Fernão Dias, tanto para quem parte de Mairiporã como para quem vem direto de São Paulo.
Quem vem de São Paulo deve seguir até o km 79 da Fernão Dias e então pegar o viaduto que cruza por cima da rodovia, e seguir pela Av. Coronel Sezefredo Fagundes em direção a Mairiporã, até o alto da Serra na entrada para a Pedreira, que fica a direita, um pouco antes do Restaurante do Dib.
De Mairiporã deve-se seguir pela Fernão Dias, em direção a São Paulo, e na subida para o túnel da Mata Fria, entrar à direita na Estrada Velha de Bragança, subir até o alto da serra, e então pegar a entrada para a pedreira, que fica a esquerda, logo depois do Restaurante do Dib.
Ao passar pelo portal da entrada deve-se subir à direita na primeira bifurcação, seguindo na segunda à esquerda até chegar ao estacinamento, de onde já se tem uma impressionante visão da pedreira.


Partindo das Capitais abaixo reserve:
São Paulo 1 dia

 

   Outros Eventos
Data Evento Modalidade
Não existem outros eventos para esta cidade

   Outras Atrações
Atração Modalidade
Reservatório Paiva Castro, Pico do Olho d Água e Vale do Rio Juquerí 4x4
Cavalgada
Moto
Mountainbike
Rafting/Canoagem
Trekking
Vela
Vôo Livre


-De São Paulo seguir pela pista lateral da Dutra, entrar na Rod. Fernão Dias e seguir até Mairiporã, total 38 km.
 

Hospedagem
Não são muitas as opções de hospedagem na cidade, veja em www.mairipora.sp.gov.br - laser e turismo – Hospedagem.


Serviços de Apoio

-Cantareira Adventure Team > 11-6263-3051
-Estabulagem Santa Rita > 11-4485-3654
-Trilhaquad > 11-4485-4694
-Trilha das Torres > 11-4482-1432 (fim de semana)

   
Para Retornar aos resultados, clique no Botão Back (voltar) do seu navegador.